Seguidores

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Continuando no tema sobre a desonestidade intelectual ...

... como sendo um mal capital quando se enfoca as dificuldades de gerar um tecido social sadio voltamos a enfatizar que :
O respeito à racionalidade ( somos animais racionais e não bichos ) e à honestidade intelectual ( queremos ser um povo de seres inteligentes e não de imbecis ) são os valores mais importantes para a construção da sociedade que nós queremos do que qualquer ideologia.No meu entender... os que me dão a honra de ler ... já sabem que considero a política baseada em ideologia um verdadeiro crime contra a saúde social . A razão dos conflitos renitentes dentro do meio político com extravasamento para o tecido social é certamente em grande parte devida a adoção de ideologias conflitantes para a orientação do pensamento e decisões que buscam . Entre essas ideologias ressalto o neo -Trotskismo ( com o seu convite anarquista ) bastante influente principalmente entre pensadores e atores políticos oriundos do PT que tem em suas fileiras facções que rezam por idéias oriundas desse pensador e ativista russo . Nélson Motta em um artigo intitulado Fogo no Canavial mostra um ambiente político atual bem tipificante do que digo , vejam por si mesmos :


Fogo no canavial
No surrealismo político brasileiro, os criminosos querem se anistiar e julgar os xerifes


23/09/2016 - 11h03



Nélson Motta, O Globo


Quando a Câmara dos Deputados tenta votar na surdina uma anistia secreta a todos os parlamentares processados ou condenados por caixa dois, e um ministro de Estado diz que o caixa dois não deve ser criminalizado, e sim discutido sem preconceito, sem patrulha e sem histeria, atingimos um novo patamar de cinismo e de afronta ao eleitorado e à inteligência alheia.




Fraudar o processo eleitoral, corromper a democracia, manipular as escolhas dos cidadãos, levar vantagem ilegal sobre os outros candidatos, lavar dinheiro sujo e criar vínculos criminosos entre empresas e políticos, que os deputados e o ministro Geddel chamam carinhosamente de caixa dois, é um crime muito mais grave do que um roubo individual contra uma empresa ou o Estado, porque rouba direitos de toda a sociedade e pode mudar a história do país.


Não há preconceito, patrulha ou histeria que desminta isso. Ao mesmo tempo, o multi denunciado Renan Calheiros ameaça a independência do Ministério Público e do Judiciário com leis aparente- mente justas contra abusos de autoridade, mas que podem ser manipuladas pelos interesses dos políticos ameaçados pela Justiça e virar o jogo.


Os primeiros alvos seriam os procuradores e policiais da força-tarefa da Lava-Jato e os juízes: no surrealismo brasileiro, os xerifes serão julgados pelos bandidos. Numa ação rápida e heroica, um grupo de parlamentares de pequenos partidos de oposição denunciou e fez abortar a conspiração multipartidária da anistia do caixa dois em cima da hora.


Mas os que estão sujos na Lava-Jato são brasileiros, não desistem nunca: eles são muitos, andam em bandos e, quando a manada é ameaçada, se unem e são capazes de tudo. Na Itália, a Operação Mãos Limpas começou a naufragar quando os partidos tradicionais foram destruídos e os políticos desesperados por impunidade votaram leis que limitaram a ação do Judiciário e abriram caminho para leniências e anistias — e para Berlusconi e seus novos corruptos, entre eles, os velhos, em novos partidos.


A Itália ficou pior, e a política continuou tão suja como antes da Mãos Limpas. Enquanto isso, em Brasília...


Fogo no canavial (Foto: Amilton Vieira / Editora Globo)

Nelson Motta é jornalista
 Poderíamos iniciar uma reação começando por aproveitar essa reforma do ensino e enfatizar nos jovens o respeito pela honestidade intelectual com grande e lúcido respeito à racionalidade porém outras medidas mais urgentes e que produziriam mais resultados , se impõem : NA REFORMA POLÍTICA INTRODUZIR O VOTO FACULTATIVO E O CONCEITO DE QUEM VOTA VETA o que conduziria à uma política certamente mais honesta para com o colégio eleitoral e certamente para com o povo em geral . Todos que me dão a honra de ler o que escrevo sabem que diferencio povo de colégio eleitoral , sendo aquele uma multidão de número variável de componentes desconectados aos grupos sem saberem ao certo o que pretendem e/ou que até mesmo podem pretender sem que resulte contraproducente suas reinvidicações . Geralmente essas multidões agem com raiva que não é boa conselheira . Por isto precisamos de bons partidos políticos desidologisados que organizem essas multidões levando as a pensar e agir de forma honesta e racional ... e isso só poderá ocorrer se houver sadia iteração entre as partes -mundo político e povo ( organizado em colégio eleitoral racional e honesto ) . Vejamos o que acontece nesta campanha eleitoral que está rolando : melhorou muito no sentido em que se discutem programas  mas a desonestidade intelectual campeia levando à uma rejeição de candidatos sem precedentes nas nossas eleições . Propostas que se vê claramente serem irrealizáveis e/ou descoladas da realidade financeira da cidade , etc . Acredito que a iteração aludida será útil melhorando sem dúvidas a situação atual que é caótica . Até mais .

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

A desonestidade intelectual parece ser o pior dos males...

... que acomete os protagonistas da política Nacional e mundo afora . Incluo nesses protagonistas o Colégio Eleitoral das Democracias sempre confundido com o chamado povo ...que na verdade é composto por uma multidão zangada sem consistência em suas reivindicações carecendo de organização interna para visualizar seu objetivo possível .Basta recordar as multidões do famoso Abril/julho de 2013  com uma quantidade enorme de reivindicações  desconectadas . Atualmente a pior desonestidade intelectual foi a decisão monocrática de quem devia defender a Constituição para acomodar as coisas ... ora os Senadores deviam à Nação igualmente honestidade intelectual e assim votar com coerência sem fatiamento que era inconcebível até a vontade de alguns sobrepujar os ditames da nossa Constituição ... condenaram puniriam, e pronto . O assunto desonestidade intelectual merece um aprofundamento para muito além do abordado no excelente artigo de José Padilha publicado no O Globo de Domingo passado . Recomendo a leitura do artigo e muita meditação a respeito pois é fundamental para sairmos desse atoleiro político resolver essa questão . No mesmo jornal e no mesmo dia o Presidente Temer se queixa da incoerência de alguns políticos que querem mais empregos sem estimular a indústria ...  já disse de outra forma em minhas postagens : enquanto ideologia não virar palavrão não ha saída para a confusão política em que estamos metidos Aqui eu os deixo com o José Padilha  :

O respeito à racionalidade e à honestidade é o valor mais importante para uma sociedade do que qualquer ideologia .



terça-feira, 6 de setembro de 2016

Qualquer um pode falar em Golpe ...

... certamente terá quem acredite, e espalhe como verdade . É portanto preciso que aquele que fala tenha autoridade  para que seja verossímil o que diz . O Cardosão e seus gatos azuis não entram no meu entender nesse grupo ... nem a Dilma que é como ré parte interessada . Vinda do meu Amigo F. Beauclair chegou à mim a opinião de um Ás de esquerda cuja opinião me parece bem valiosa : passo a palavra ao Fernando Gabeira :

   ENCAMINHO O ARTIGO ABAIXO "ENFIM, O GOLPE", DE FERNANDO GABEIRA.
.
     TRANSCREVO DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL: "ART. 52. COMPETE PRIVATIVAMENTE AO SENADO FEDERAL: I - PROCESSAR E JULGAR O PRESIDENTE (...) DA REPÚBLICA NOS CRIMES DE RESPONSABILIDADE (...) Parágrafo único - NOS CASOS PREVISTOS NOS INCISOS I (...) FUNCIONARÁ COMO PRESIDENTE O DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, LIMITANDO-SE À CONDENAÇÃO, QUE SOMENTE SERÁ PROFERIDA POR DOIS TERÇOS DOS VOTOS DO SENADO FEDERAL À PERDA DO CARGO, COM INABILITAÇÃO, POR OITO ANOS, PARA O EXERCÍCIO DE FUNÇÃO PÚBLICA, SEM PREJUÍZO DAS DEMAIS SANÇÕES JUDICIAIS CABÍVEIS."

     Sem tergiversações, o texto é bem claro, devendo o Presidente do STF "limitar-se à condenação", não lhe cabendo decidir por duas votações, uma vez obtidos os dois terços dos votos previstos. Não há margem para outra interpretação senão a de que a condenação compreende "a perda do cargo com inabilitação, por oito anos, para o exercício de função pública."  


                                                                                                                   

Enfim, o Golpe.

 Por Fernando Gabeira.


    Depois de tantos meses de disputas, negociatas e articulações, o dia D do impeachment de Dilma Roussef chegou e enfim tivemos um golpe no Brasil. Mas para a surpresa minha, sua e do mundo, não houve o golpe tão propalado pelos defensores do governo Dilma, mas sim um outro golpe. Na verdade um golpe de mestre, orquestrado e costurado à sorrelfa, ou como se diz hoje em dia, na miúda, por gente graúda. Muito graúda. Se vocês não têm essa ideia com clareza ainda, vamos aos fatos.
    Mesmo sabedor da circunstância de que o impeachment estava sacramentado, Lula continuava trabalhando forte nos bastidores. Hoje soubemos o motivo. Não era para evitar o impeachment coisa nenhuma, mas sim para evitar a inabilitação de Dilma.
     Segunda pergunta mais importante: quem ganha com o golpe de hoje? Ao menos dois grandes grupos de pessoas: 1) Dilma, PT e todo mundo que trabalhava no discurso do golpe, que agora para sempre poderá dizer que “ah, tanto foi um golpe que ela sequer foi condenada – fica óbvio que ela não cometeu nenhum crime e o único intuito era tirá-la”; e 2) Cunha e todos os demais parlamentares (PMDB em peso) que estão correndo o risco de perderem o mandato, especialmente em épocas de Lava-Jato – não perdendo os direitos políticos, eles poderão concorrer a novas eleições em breve e, por consequência, manter prerrogativas de foro.
    Primeira pergunta mais importante: quem participou desse Golpe, além de Lula? Temos todos os nomes, então vamos lá: José Eduardo Cardozo, óbvio; Renan Calheiros, óbvio; Ricardo Lewandowski, óbvio (que já estava com a decisão pronta e redigida, segundo ele porque a possibilidade daquela questão já vinha sendo abordada pela imprensa – aqui, oh!) e obviamente, todos os outros senadores que votaram pelo impeachment, mas não pela inabilitação ou que se abstiveram em relação à segunda, quais sejam: Acir Gurgacz (PDT-RO), Antonio Carlos Valadares (PSB-SE), Cidinho Santos (PR-MT), Cristovam Buarque (PPS-DF), Edison Lobão (PMDB-MA), Eduardo Braga (PMDB-AM), Hélio José (PMDB-DF), Jader Barbalho (PMDB-PA), João Alberto Souza (PMDB-MA), Raimundo Lira (PMDB-PB), Renan Calheiros (PMDB-AL), Roberto Rocha (PSB-MA), Ro se de Freitas (PMDB-ES), Telmário Mota (PDT-RR), Vicentinho Alves (PR-TO), Wellington Fagundes (PR-MT), Eunício Oliveira (PMDB-CE), Maria do Carmo Alves (DEM-SE) e Valdir Raupp (PMDB-RO).
     É amigos, temos que dar a mão à palmatória. A ideia foi genial. Tudo foi feito na surdina e ninguém da imprensa – pelo menos que eu tenha lido – antecipou essa possibilidade. E vejam a sofisticação da manobra: agora estão falando de impugnar a decisão no STF, por conta da separação das votações. Mas não vejo como impugnar uma parte sem a outra. Quem votou hoje pelo impeachment, votou apenas pelo impeachment, não pelo destaque. Não seria possível presumir a inclusão do destaque na primeira parte da votação de hoje. Assim, se alguém quiser impugnar (como Caiado disse que irá fazer), a decisão do impeachment de Dilma fica anulada e outra sessão deveria ser convocada. É mole?
     Por fim, é óbvio ululante e não há como negar que a decisão de separar as votações de hoje foi inconstitucional. A leitura do art. 52, parágrafo único do texto constitucional não admite nenhuma outra interpretação, a não ser de que o impeachment leva à cassação dos direitos políticos.
     Mas para que Constituição com o Senado que temos? Com os Partidos que temos? Com o STF que temos?
     Hoje finalmente houve um golpe no Brasil. E que belo golpe.
O que o Gabeira diz tem muita consistência  mas temos que considerar que pela constituição nenhum cidadão pode alegar desconhecimento da lei para descumpri- la ... muito menos Senadores da República . Assim quando votaram na segunda votação deviam saber o risco que corriam ... tendo aceito tal risco . ou seja de estar realizando o que a constituição manda sem ficar mal com o PT... mas na verdade condenando na forma da lei  a ré . Lambança , claro ...mas é só o que gostam de fazer ! Outra coisa é que não estavam fazendo nova lei mas exarando sentença baseada em lei existente que no acordão inicial no início do processo entre as várias partes credenciadas em que participou a outra casa do Congresso bi cameral não se falou em fatiamento da sentença e sim na aplicação pura e simples da lei magna na sua forma literal . Bem , ficou claro para todos nós que estamos fora dessa lambança que a culpa restou provada mesmo porque ela detinha o "domínio dos fatos que ocorreram" como demonstrou a credenciada testemunha vista no vídeo a seguir que publico para confirmar o que aqui está dito : 


Vamos sair dessa lambança ! 
Somos uma República e não Monarquia ou Ditadura !






sábado, 5 de março de 2016

Como eu venho dizendo aqui ...

... e em outros blogs a humanidade caminha a partir do quotidiano de nossas vidas ... se não agirmos corretamente, como querer que tudo vá bem !!! A cultura Greco/Romana foi ultrapassada pela Cristã
... ou melhor dizendo : está sendo,.. e deveria já ter sido... mas ainda não foi . Nessas culturas , principalmente na Grega , buscava-se prioritariamente o sucesso individual ou de pequenos grupos familiares e/ou principalmente de Amigos que se juntavam para mais fortes dominar a cena social, e conseguir para si os melhores proveitos . Partiam do princípio de que Deus e/ ou os  Deuses viviam na deles sem se importar conosco ... e nem sei se na  teologia deles éramos suas criaturas . Se éramos não faziam conta disso ... nós que nos virássemos e pronto ! A visão Cristã trazida por Jesus o iniciador da era Cristã foi bem diversa : somos criaturas amadas por Ele ... Deus nosso Pai... e irmãos uns dos outros . Assim devemos cuidar uns dos outros no Amor como Ele nos ensinou .  Mas, grande parte da humanidade, senão a maior dela vive ainda muito pelos valores antigos e educam seus filhos segundo visões ultrapassadas pela visão Cristã . Muitos destes se intitulam Cristãos, mas o são parcialmente... somos '' centauros"  na verdade... pois vivendo em um mundo ainda não transformado completamente... por diversos motivos... é nisso que nossos Pais nos transformaram ( e nós transformamos os nossos filhos ) sem culpa pois estamos em fase de transição , Mas a diversidade de modelos de educação traz diferenças em gau de distorção face ao modelo apresentado pela Família de Nazareth : O Filho de Deus . Apresento aqui minha sugestão para a médio prazo melhorar a conduta social do nosso povo que dominantemente se diz Cristão : educar seus filhos com liberdade porém valorizando o perfil cristão de pessoa ... transforma los em verdadeiros cristãos . Isto demandará a própria conversão dos pais pois não se empurra as crianças por determinado caminho do bem onde nós próprios não estamos ! No momento presente ... que estamos vivenciando ... esses caminhos em geral são árduos  , assim eles precisarão e muito do nosso apoio e exemplo ! Boa sorte e quando acusarem a sociedade de desvios ponham a mão em suas consciências ... como faço com a minha ... e vejam que parte você tem nesse resultado que lamenta . Sem mais, e solidarizando me com todos os que lamentamos a situação atual do mundo e nossa fico por aqui .


Muitos cogitam dos motivos que podem estar movendo esses "revolucionários de esquerda " ...

... que tanto barulho fazem aparentemente por motivos nebulosos para dizer deles o mínimo . Eu penso que variam de grupo a grupo  passando dos mais "fisiológicos " aos mais ideológicos ... estes característicamente os mais teóricos do tipo sonhador . Seja como for o malfadado Bolivarianismo penetrou nesses governos  "de esquerda " sem cerimônia alguma, e foi fazendo sua bagunça entre nós . Ninguém foi consultado sequer nos foi explicado o que viria a ser isso de bolivarianismo . Alguns tiveram a vaga ideia de que seria um movimento que visava aglutinar as Américas em torno de uma liderança continental mal definida !!! Qual o objetivo mais abrangente desse tal de bolivarianismo ? Disso ninguém fala ao público em geral . Mas algumas iniciativas talvez precipitadas surgiram bizarramente além disso nota se que ninguém mais fala no Duque de Caxias , no Barão do Rio Branco, etc . Vejam o vídeo que recebi da Amiga Dilza Andueza  a quem agradeço, e cogitem a respeito do que teria levado a PF fazer tal alteração na capa dos passaportes .  Concluam se o personagem do vídeo está com razão na sua denúncia . Saudações ,e até mais .

Vejam o vídeo mencionado :

video

Para quem quiser empunhar enquanto continuar a ser nosso símbolo Nacional ...